Asa Sul | Águas Claras
Taguatinga (61) 2191-9191

Alto Constrate

Asa Sul | Águas Claras
Taguatinga (61) 2191-9191

Notícias Fale Conosco Trabalhe Conosco
Alto Constrate

Descolamento / Degenerações da Retina

Imagem da doença Descolamento / Degenerações da Retina

A retina é uma fina estrutura de tecido nervoso que reveste a parte interna do olho. Quando uma fração ou a totalidade da retina se desprende da parte posterior do olho, há o chamado descolamento da retina. As células nervosas na retina normalmente detectam a luz que entra nos olhos e enviam sinais sobre o que o olho vê para o cérebro. Quando a retina se descola esse mecanismo não funciona corretamente, podendo haver manchas escuras na visão e perda parcial ou total da visão, dependendo da extensão do descolamento.

Causas

Rasgos ou buracos na retina: se a retina furar ou rasgar, o líquido do próprio olho — chamado gel vítreo — pode entrar abaixo dela e descolá-la. Esse tipo de descolamento de retina é chamado de regmatogênico. Isso pode ocorrer espontaneamente ou ser causado por trauma na cabeça ou nos olhos ou por algumas doenças oculares associadas.

Tração na retina: os descolamentos de retina provocados por deslocamento são chamados de tracionais. Eles ocorrem quando há um mecanismo de tração sobre a retina e a sua causa mais comum é a retinopatia diabética proliferativa, uma condição que conduz ao crescimento de tecido fibrovascular, que pode atuar sobre a retina exercendo tração e o descolamento.

Formação de líquido sob a retina: nesse tipo de descolamento de retina — chamado exsudativo ou seroso — o próprio olho produz o líquido que se acumula sob a retina devido a alterações na função reguladora de duas camadas: o epitélio pigmentar da retina e a coroide. Ele pode ser causado por doenças inflamatórias oculares, doenças sistêmicas, tumores intra ou extraoculares e até uso de algumas medicações.

Sintomas

No início, o descolamento de retina pode ser silencioso ou com poucos sintomas. Os mais comuns são manchas móveis e escuras na visão parecidas com moscas volantes e flashes de luz ou faíscas. Quando a retina já está descolada, é percebido um sombreamento ou mancha escura no campo de visão, visão turva e perda súbita da visão. O descolamento de retina é uma situação de urgência, uma vez que o indivíduo pode perder definitivamente a visão em decorrência desse problema. Portanto, é importante procurar atendimento médico oftalmológico se você notar qualquer um dos sintomas.

Diagnóstico

O diagnóstico do descolamento de retina é feito com exame clínico chamado mapeamento de retina com dilatação pupilar. O médico utiliza um aparelho com um foco de luz e uma lente de aumento para fazer o exame para observar as bolsas de líquido no tecido e se há trações, rasgos ou buracos no mesmo.

Outros testes incluem:

• Ultrassonografia, caso haja hemorragia vítrea, catarata ou qualquer alteração oftalmológica que impeça a visualização da retina pelo mapeamento de retina.

• Angiofluoresceinografia e tomografia de coerência óptica (OCT de máculas), nos casos de descolamento de retina do tipo tracional e seroso.

Tratamentos

Clínico: nos casos de descolamento de retina do tipo seroso, o tratamento clínico observacional ou com medicações pode ser necessário.

Outras doenças

Degeneração Macular Relacionada à Idade

Ver

Retinopatia Diabética

Ver