Asa Sul | Águas Claras
Taguatinga (61) 2191-9191

Alto Constrate

Asa Sul | Águas Claras
Taguatinga (61) 2191-9191

Notícias Fale Conosco Trabalhe Conosco
Alto Constrate

Baixa umidade do ar exige atenção redobrada com os olhos

05/07/2018

Deborah de Salles | Conversa Coletivo de Comunicação Criativa

Compartilhar:

O período de inverno chega e, com ele, a baixa umidade relativa do ar. Nesta semana, o Distrito Federal registrou a mínima de 23% nas cidades de Planaltina e do Gama, segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (INMET). O alerta é um indicativo para potencializar os problemas oculares. Pacientes diagnosticados com glaucoma sofrem ao longo desses dias, além da síndrome do olho seco - que afeta uma parcela da população.

O especialista em catarata e glaucoma da Oftalmed, Marcos Ferraz, explica quais são os principais problemas, sintomas e prevenção na visão durante o período da seca. Saiba mais abaixo:

1. Quais são os principais problemas de visão que ocorrem no período de seca?

Marcos Ferraz - O problema mais comum é a síndrome do olho seco, que pode acometer qualquer pessoa, mas idosos e mulheres na menopausa são mais suscetíveis, por causa das alterações hormonais que ocorrem nesse período. Outro grupo que pode sofrer mais são os portadores de doenças oculares como o glaucoma, que fazem uso de medicamento tópico por longos períodos. Colírios utilizados para combater essas doenças podem aumentar o ressecamento do olho, deixando-o mais vulnerável na seca.

2) Quais são os sintomas?

Marcos Ferraz - Os olhos ficam vermelhos, podem arder ou coçar, ou ainda apresentar a sensação de areia nos olhos. Além da seca, este período do ano é propício ao desenvolvimento de problemas alérgicos, por causa do aumento de pólen liberado pelas árvores e pelo uso de agasalhos que ficam guardados por muito tempo, acumulando poeira e outros resíduos.

3) Como prevenir e tratar os problemas que aparecem com a seca?

Marcos Ferraz - São necessárias revisões periódicas junto ao oftalmologista, pois é muito comum que o paciente que já sofreu a síndrome do olho seco desenvolva repetidamente o problema durante a estiagem. Nesses casos, é recomendado o uso de lágrimas artificiais, de preferência aquelas que não tenham preservantes, pois essas substâncias se depositam sobre a superfície ocular. Nos casos de alergia, como a conjuntivite alérgica ou alergia ocular, os olhos ficam inchados e vermelhos.

A Oftalmed orienta ao paciente não fazer uso de medicação sem a prescrição médica - sobretudo aqueles que já tenham algum problema de saúde e faça uso de colírios com corticóide. O medicamento pode gerar infecções fúngicas ou bacterianas e  até levar à cegueira. Na dúvida, procure um oftalmologista.

*Com informações do Correio Braziliense

Compartilhar:

Mais notícias