Asa Sul | Águas Claras
Taguatinga (61) 2191-9191

Alto Constrate

Asa Sul | Águas Claras
Taguatinga (61) 2191-9191

Notícias Fale Conosco Trabalhe Conosco
Alto Constrate

Exames de rotina ajudam a prevenir doenças na visão

03/04/2018

Deborah de Salles | Conversa Coletivo de Comunicação Criativa Foto: Karina Zambrana

Compartilhar:

A baixa visão, as dores oculares e os inchaços nos olhos são as principais causas que levam os pacientes às consultas oftalmológicas. Em alusão ao Dia Mundial da Saúde, no próximo dia 7 de abril, o especialista da Oftalmed, Jonathan Lake, reforça a importância dos cuidados com a saúde ocular.

Até 2050, cerca de 4,8 bilhões de pessoas terão algum tipo de problemas na visão e terão que usar óculos, segundo pesquisa publicada no Opthalmology Journal, uma das publicações científicas especializadas mais importantes do mundo.

No Brasil, 35 milhões de brasileiros já sentem esse reflexo e as doenças de visão são as mais representativas. O especialista da Oftalmed também lembra que “é um mito achar que, por enxergar bem e não necessitar do uso dos óculos, não é preciso fazer regularmente uma consulta oftalmológica. As doenças nem sempre apresentam sintomas. Um exemplo clássico é o glaucoma, que se desenvolve lentamente e pode levar à cegueira. Nesse sentido, alertamos os pacientes a realizar, pelo menos uma vez ao ano, os exames de rotina para prevenir diagnósticos tardios”, afirma Jonathan.

Confira, abaixo, cinco dicas e cuidados que podem evitar a baixa qualidade da visão:

Exames básicos  - São eles: a refratometria para avaliar a necessidade do uso e a prescrição do óculos, o exame do fundo de olho para prevenção de doenças da retina, a  medida da pressão ocular para prevenir o glaucoma e a avaliação da motilidade ocular para conferir o desenvolvimento de estrabismo. É importante mantê-los em dia para evitar diagnósticos e tratamentos tardios.

Alimentação equilibrada - A alimentação balanceada e rica em vitaminas complementam a qualidade da visão e devem ser consumida diariamente porque contém nutrientes que ajudam no bom funcionamento dos olhos. Entre os exemplos está a cenoura, rica em vitamina A.  

Hábitos saudáveis - Além da qualidade de horas de sono recomendada, em média 8 horas por dia, hábitos de higiene também devem ser observados. “Lavar as mãos é fundamental para evitar conjuntivites e outras infecções”, lembra Jonathan.

Uso intransferível dos óculos - Os óculos e lentes de contato são de uso pessoal e não devem ser compartilhados. Só devem ser usados mediante prescrição médica.

Manter-se informado - Ficar atento às informações, campanhas de conscientização  e quaisquer esclarecimentos relacionados à doença ocular. “As notícias precisam considerar que as principais doenças não têm sintomas. O trabalho preventivo é sempre melhor do que o tratamento tardio”, finaliza Jonathan.

Compartilhar:

Mais notícias